NOTA DE PESAR: Raimunda Quebradeira de Coco

Esta postagem foi publicada em 8 de novembro de 2018
Share

O Tocantins perdeu uma grande líder, Raimunda Gomes da Silva, conhecida como dona Raimunda Quebradeira de Coco, que lutou desde a década de 1970 pelos direitos das quebradeiras de coco e contras as injustiças cometidas no Bico do Papagaio.

Dona Raimunda fundou no início de 1990 a Associação Regional das Mulheres Trabalhadoras Rurais do Bico do Papagaio (Asmubip), para ampliar a articulação das quebradeiras, ela foi uma das mentoras do Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu (MIQCB), com atuação nos estados do Pará, Tocantins, Piauí e Maranhão.

Dona Raimunda recebeu o título de Doutora Honoris Causa da Universidade Federal do Tocantins e prêmios como o Diploma Mulher-Cidadã Guilhermina Ribeira da Silva da Assembleia Legislativa do Tocantins) e o Diploma Bertha Lutz do Senado concedido quem teve relevante contribuição na defesa dos direitos da mulher e questões de gênero. Em 2005, integrou a lista mundial das mil mulheres que concorreram ao prêmio Nobel da Paz.

O SISEPE-TO lamenta seu falecimento e se solidariza pelos seus familiares e amigos. Dona Raimunda partiu aos 78 anos e deixou um grande legado aos tocantinenses e aos brasileiros.

Sindicato dos Servidores Públicos no Tocantins (SISEPE-TO).

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notificar a

Copyright®1991 - 2018 SISEPE - Sindicato dos Servidores Públicos no Estado do Tocantins

Criado por: