(63) 3215-2148

(63) 3215-1654

filiese

 

tjto2

Um candidato aprovado no concurso do Quadro Geral dos Servidores Públicos conseguiu na Justiça, por meio de um mandado de segurança impetrado pelo SISEPE-TO, o direito de assumir sua vaga no certame.

O candidato foi aprovado para o cargo de técnico em informática no município de Taguatinga, ocupando o quarto lugar, conforme o edital publicado em 10 de dezembro de 2014, que disponibilizava duas vagas imediatas para a função e uma para o cadastro de reserva.

Porém, segundo a ação, os três primeiros colocados já foram nomeados, mas nenhum tomou posse no prazo legal, (Portaria nº 213, Diário Oficial do Estado nº 4.079; Portaria nº 1255, Diário Oficial do Estado nº 4.255 e Portaria nº 553, Diário Oficial do Estado nº 4.373), o que significa que as mesmas três vagas ainda estão em aberto.

Embora o candidato tivesse o direito de ser nomeado, o Estado nunca o convocou para assumir a vaga. Com base nisso, mesmo ciente da demanda e do direito, a ação argumenta que o governo vem fazendo nomeações de comissionados, ações amplamente divulgadas pela imprensa, o que representa uma afronta àqueles que foram aprovados no concurso e nunca foram convocados pela gestão estadual.

“Não podem ser levadas em consideração as alegações da Administração Pública de que as nomeações ocorrerão de acordo com a necessidade e possibilidade, pois estas, principalmente a necessidade, já foi demonstrada com a disponibilização da quantidade de vagas no edital e, como nenhuma das vagas foi devidamente preenchida ou, no momento, estão vagas, deixou de ser imprescindível seu preenchimento?”, questiona o mandado de segurança que demonstra a urgente necessidade de convocação do candidato representado pelo SISEPE-TO.

“Em razão da grande quantidade de desistências de candidatos aprovados dentro do número de vagas, ou seja, todos dos aprovados para o cargo, inclusive, em número maior do que a classificação do impetrante, resta clara a violação de direito líquido e certo do mesmo, devendo os impetrados procederem a sua nomeação e posse ao cargo de técnico em informática no município de Taguatinga”, requere o MS.

A decisão de nomear o candidato foi proferida pela maioria do pleno do Tribunal de Justiça na sessão do último dia 20. 

botaoportal

enquete

transparencia

convenios

plansaude

juridico

portal servidor

videos

 

Aniversáriantes do Dia

Agenda do Presidente

loader

Localização